quarta-feira, 4 de novembro de 2009

um toque

quando me toca
pego fogo
nervo, músculo e osso
quando a toco
vira pétala
pele, coração e gozo

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

diadia

a poesia enfeita a lida
nada demais seria
entendê-la como esperança
compasso e esquadro
dança e contradança
jovem, velho e criança
espaço curto de tempo
e mais que breve momento.