quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

mais amor por favor


mais amor por favor
mais suor
mais torpor
menos pão
e mais vinho
menos grito
e mais hino
menos chão
e mais céu
menos fel
e mais coração. 

da minha mão*


quem disse que preciso do que for
pra compor?
sol, chuva ou calor,
bater tambor
ou uma multidão?

não meu amor
sai tudo da minha mão
não meu amor
sai tudo da minha mão

da estampa do meu vestido
da varinha de condão
da força do meu grito
da saudade do meu irmão
do gosto do meu beijo
do jeito do meu povo
da pele que habito
do quarto, do meu corpo

do cacho do cabelo
do sotaque brasileiro
do meu Rio de Janeiro
debaixo do edredon?

não meu amor
sai tudo da minha mão
não meu amor
sai tudo da minha mão

*Pra Mariana Guedes, que é curitibana, musicar e cantar na Guanabara

vazio

apito de pio,
sono de rio,
frio líquido:
mimo um cio
vazio.